» Newsletter

» Tempo

» Agronegócios


Intercâmbio Rural:

Pernambuco participa do Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira.


26/07/2016 às 16:57
Intercambio rural

Pernambuco é um dos estados participantes do VI Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira. Até o dia 30 de julho, um grupo de onze jovens rurais de diferentes localidades do país conhecem a realidade rural da Zona da Mata pernambucana. A iniciativa é uma ação da Rede Jovem Rural, coordenada pelo Instituto Souza Cruz, e foi reconhecida em 2015 como um estudo de caso pela Comissão Europeia, que capitaneou uma pesquisa internacional sobre os regimes de intercâmbio direcionado a jovens rurais no mundo.

 

Os jovens foram recebidos pelo Serviço de Tecnologia Alternativa (Serta), referência nacional em Agroecologia e Educação do Campo. No período de uma semana, os intercambistas participam de atividades culturais, visitas técnicas e passeios turísticos, entre outras ações. O Serta desenvolve diversas ações, como a propriedade modelo chamada Unidade Pedagógica Permacultural de Observação (Uppo).

 

Os participantes também pernoitam nas casas de agricultores familiares, tendo um contato mais próximo com o dia a dia da região. No retorno para seus estados de origem, poderão adaptar esses conhecimentos às  suas realidades.


 

Sobre a iniciativa

O VI Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira está proporcionando a 50 jovens do campo a oportunidade de conhecer diferentes realidades rurais. Seis estados e seis organizações não-governamentais que investem em projetos de Educação do Campo apoiam a ação. A iniciativa, dividida em cinco etapas, segue até novembro. Os estados participantes são: Pernambuco, Bahia, Santa Catarina, Paraná, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

 

O  intercâmbio é coordenado pelo Instituto Souza Cruz, que, junto com outras cinco organizações, integra a Rede Jovem Rural, um projeto coletivo formado por seis instituições que promovem ações de cooperação e defesa conjunta da causa do jovem rural. São elas: Associação das Casas Familiares Rurais do Sul do Brasil (ARCAFAR-SUL); Centro de Desenvolvimento do Jovem Rural (CEDEJOR); Instituto Souza Cruz; Movimento de Educação Promocional do Estado do Espírito Santo (MEPES); Movimento de Organização Comunitária (MOC); e Serviço de Tecnologia Alternativa (SERTA). Além destas, o Instituto Bélgica Nova Friburgo (Ibelga/RJ), que oferece ensino formal a jovens rurais da serra fluminense, foi convidado para integrar a iniciativa.

 



» Comentários

Etanolhotel 10