Banner_CanaS.A_633x73


» Newsletter

» Tempo

» Governança


Sustentabilidade:

Hortas agroecológicas ajudam a mudar a realidade da vida no campo em Dourados.


26/11/2015 às 08:27
 Chico Leite

Já são 25 hortas do programa PAIS (Produção Agroecológica Integrada e sustentável) em funcionamento em Dourados. São 15 no distrito de Vila Vargas e 10 no distrito de Itahum instaladas em pequenos sítios e chácaras. O programa começou a ser implantado pelo prefeito Murilo em 2013 e está ajudando a melhorar a qualidade de vida no campo.

Um exemplo é o produtor Alferino Lara Maciel, morador no sítio Recanto Feliz, na estrada que liga Vila Vargas ao distrito de Panambi. Ele participou da primeira etapa do programa, que contemplou 10 produtores.

“Estou gostando muito. Vendo minha produção em três feiras e também vendo aqui no sítio até melhor que nas feiras”, comemora. Alferino conta que conta que recebe a visita de muitas famílias de Dourados, que vão buscar os produtos diretamente no sítio dele.

No dia 25 de setembro o prefeito Murilo, acompanhado de secretários e vereadores, conheceu o sítio de Alferino e acompanhou o processo de produção do alimento, que é 100% orgânico. O combate às pragas é feito com inseticidas caseiros, feito a base de produtos naturais, como o fumo, por exemplo. A adubação também é natural, feita com matéria orgânica decomposta.

“É um projeto que nos deixa muito feliz, porque sabemos que está produzindo alimento orgânico, livre de pesticidas e produtos químicos. É alimento de qualidade que estamos ajudando a colocar na mesa da família douradense”, afirma o prefeito.

Recentemente, Murilo também conheceu o sítio de 15 hectares de Vangivaldo Belo da Silva, na 6ª Linha, em Vila Vargas. Vangivaldo também está muito feliz com a produção e também vende seus produtos nas três feiras.

Prefeito Murilo durante visita ao sítio de Alferino Lara Maciel, no sítio Recanto Feliz, no Vila Vargas. Produção é vendida em feiras criadas também pela Prefeitura

 As feiras de que Alferino fala e que participa são a de Vila Vargas, localizada no pátio do CRAS, a do bairro Izidro Pedroso, localizada na Rua Mozart Calheiros (W5) e do Parque dos Ipês, todas criadas pelo prefeito Murilo, através da Semafes (Secretaria de Agricultura Familiar e Economia Solidária). Estas feiras colocam alimentos agroecológicos à disposição dos douradenses e garantem mercado certo para os produtores do PAIS. Murilo também criou outras três feiras (Jardim Flórida, do Ceper do III Plano e Parque Alvorada), onde os produtores também podem levar seus produtos.

É um projeto integrado, segundo o secretário da Semafes, Landmark Ferreira Rios. “Ao mesmo tempo em que a Prefeitura estimula a produção agroecológica, cria canais de mercado para que o produtor possa vendê-la. É um ciclo completo pensado e criado para melhorar a vida dos pequenos agricultores de Dourados. “O ponto forte dessa administração do prefeito Murilo é o planejamento”, ressalta Landmark.

O PAIS – O PAIS garante a produção de hortas ecologicamente corretas e livres de agrotóxicos. No entorno do terreno existe um quintal agroecológico, onde são plantados diversos tipos de frutas e a “barreira verde” com cana-de-açúcar e napier. As pragas e fungos são controlados apenas com produtos naturais, como cauda bordalesa.

Cada sistema tem também um galinheiro no centro, de forma integrada com a horta. As folhas descartadas na hora da destinação ao comércio são utilizadas para alimentar as galinhas.

O programa é desenvolvido em parceria. Foi desenvolvido e tem gestão do Sebrae. A Fundação Banco do Brasil financia os equipamentos para as hortas. Já a Prefeitura organiza os produtores, prepara o solo e dá assistência técnica permanente.



» Comentários

Etanolhotel 10